NOTÍCIAS


Acusado de matar companheira esfaqueada no Natal é condenado a 27 anos de prisão


De acordo com o Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), José Sivaldo de Souza Santos foi sentenciado por cometer homicídio qualificado contra Rosenilda.

O júri popular do réu chegou a ser adiado no ano passado após pedido da defesa. Ele foi realizado nesta segunda-feira (2), no Fórum de Salto, pelo magistrado Claudio Campos da Silva.

Segundo a Polícia Militar, no dia 25 de dezembro de 2018, José Sivaldo de Souza Santos, na época com 42 anos, esfaqueou Rosenilda Taborda do Calmo, de 38, depois de uma discussão na casa deles, na Rua Indaiatuba, no Jardim Marília 2, em Salto (SP).

Uma testemunha relatou à epoca que os dois tiveram um relacionamento há três anos e reataram no dia 24, véspera de Natal. No entanto, no dia 25, o casal voltou a discutir.

Em determinado momento, a vítima gritou por socorro, o que chamou a atenção da vizinha, que olhou pela janela e viu a mulher sendo esfaqueada pelo agressor.

Segundo a PM, ele fugiu com a arma usada no crime e não foi localizado de imediato. A mulher não resistiu aos ferimentos durante atendimento do Corpo de Bombeiros.

O caso foi registrado na delegacia de Salto. A vítima era de Santa Catarina e teve o corpo sepultado em Itapema (SC) pelos parentes.

A filha de Rosenilda, afirmou ao g1 que o casal havia terminado em setembro, quando a vítima tinha sido agredida e registrado um boletim de ocorrência.

Segundo a jovem Naiane do Calmo, José Sivaldo de Souza Santos tinha ciúmes de Rosenilda e não deixava ela trabalhar. A situação, com o passar dos sete anos em eles ficaram juntos, foi se agravando.

“No começo [do relacionamento] eram mil maravilhas. Eles foram se conhecendo e ele começou a judiar dela, batia nela e não a deixava trabalhar”, afirmou.

A ajudante geral tinha cinco filhos: de 19 anos, 17 anos, 13 anos, 8 anos e o bebê de seis meses. Segundo Naiane, a mãe não tinha problema com conhecidos e criou as crianças sem precisar de ajuda de companheiros.

“Era guerreira e nunca precisou de ninguém. Atualmente ela não estava com ninguém e se dedicava ao meu irmão, que é bebê”, conta.



Fonte: G1


03/05/2022 – Objetiva FM

SEGUE A @OBJETIVAFM107.5

(15) 99838-4161

producao@objetiva107.com.br
Buri – SP

NO AR:
PURO PAGODE