NOTÍCIAS


Apreensão de ouro: 140 garimpeiros seriam necessários para extrair 77 quilos do metal precioso encontrados no interior de SP


Os números são de um associado da Associação Brasileira de Metais Preciosos (Abramp), indicado pela instituição, e não leva em considerações variáveis.

  • Veja o que se sabe e o que falta esclarecer sobre o caso

Esses dados foram apresentados com base no chamado ouro baixo, do norte do Mato Grosso e do Pará, justamente locais indicados como origem do ouro apreendido no interior de São Paulo, e com a extração ou o garimpo feito de forma não mecanizada.

Polícia Federal apreende quase 80 quilos de ouro em rodovia de Itu

Polícia Federal apreende quase 80 quilos de ouro em rodovia de Itu

De acordo com o associado, há a necessidade de sete pessoas para formar uma frente de garimpo, sendo seis garimpeiros, além do chamado dono da frente. Essa equipe teria a capacidade de produzir quatro quilos por mês. Ou seja, para produzir os 77 quilos, seriam necessárias 20 frentes, totalizando 140 homens. A produção total, nesse caso, seria de 80 quilos.

Ele ressalta que em uma frente de lavra é imprevisível a quantidade que pode ser extraída. “Existem regiões que é possível achar pepitas de mais de um quilo de ouro. Então, fica muito difícil dizer”, explica.

O profissional ainda lembra que existem pequenos mineradores em regime de permissão de lavra garimpeira de aproveitamento imediato. Nesse caso, porém, eles possuem equipamento onde é possível ter a produção diária maior que um quilo por dia. Com isso, há aumento nos custos de produção, por exemplo, por uso de moinhos e grandes motores, além de caminhões e escavadeiras de grande porte.

Polícia Federal apreende 77 quilos de ouro em Sorocaba (SP) — Foto: Polícia Federal/Divulgação

Polícia Federal apreende 77 quilos de ouro em Sorocaba (SP) — Foto: Polícia Federal/Divulgação

O associado também conta como seria a venda desse ouro, dentro das vias legais. De acordo com ele, após a extração, o garimpeiro apresenta a comprovação de que tem parceria com o dono da frente de serviço que tem autorização para lavrar o ouro, da própria titularidade ou por meio de contrato de parceria.

Geralmente, conforme lembra o garimpeiro, as compradoras de ouro requerem a ficha cadastral e cópia de documentos, além de contratos.

“Não existe limite impeditivo, porém, quando os volumes ou valores aparentam ter inconsistência, a instituição compradora de ouro recusa a aquisição e também informa os meios fiscalizadores, inclusive o Coaf”, garante, citando o Conselho de Controle de Atividades Financeiras, órgão do Governo Federal.
Imagens mostram momento em que ouro apreendido no interior de SP é retirado de avião — Foto: Reprodução/ TV TEM

Imagens mostram momento em que ouro apreendido no interior de SP é retirado de avião — Foto: Reprodução/ TV TEM

A carga de 77 quilos de ouro, avaliada em R$ 23 milhões, foi apreendida pela Polícia Federal na quarta-feira (4). Os agentes federais encontraram o mineral dentro de malas em dois carros.

A apreensão ocorreu no quilômetro 74 da Rodovia Castello Branco, em Itu . O ouro chegou até Sorocaba (SP) em uma aeronave que pousou no aeroporto da cidade, e seguia em carros sentido capital paulista. O avião estava com sequestro criminal e não poderia ser usado.

Barras de ouro são apreendidas no interior de SP — Foto: Arte/g1

Barras de ouro são apreendidas no interior de SP — Foto: Arte/g1

Imagens exclusivas obtidas pela TV TEM mostram o momento em que a aeronave chegou a Sorocaba com o ouro. O avião, que é particular, deixou o material em um hangar privado que aluga espaço no aeroporto do município (assista abaixo).

Seis pessoas foram detidas, entre elas, quatro policiais militares, um deles aposentado. Todos foram ouvidos e liberados. O caso segue sendo investigado pela Polícia Federal.

Imagens mostram momento em que ouro apreendido no interior de SP é retirado de avião

Imagens mostram momento em que ouro apreendido no interior de SP é retirado de avião



Fonte: G1


06/05/2022 – Objetiva FM

SEGUE A @OBJETIVAFM107.5

(15) 99838-4161

producao@objetiva107.com.br
Buri – SP

NO AR:
TARDE OBJETIVA