NOTÍCIAS


Morre Tadao Takahashi, um dos pioneiros da internet no Brasil


Uma das pessoas mais importantes para o desenvolvimento da internet no Brasil, o pesquisador Eduardo Tadao Takahashi morreu ontem (6), aos 71 anos, de complicações cardíacas. O velório será amanhã (8), em Campinas, onde ele vivia.

Como fundador e primeiro dirigente da Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP), Takahashi foi fundamental no planejamento e na implantação da rede mundial de computadores no Brasil. “Ele iniciou uma das primeiras redes acadêmicas no país e foi uma força motriz no esforço de coordenação com outras redes acadêmicas nacionais para estabelecer uma espinha dorsal que acabaria se tornando a internet brasileira”, afirmou a RNP, em nota.

Hall da Fama

O pesquisador foi o segundo brasileiro nomeado pela Internet Society para o Hall da Fama da Internet, depois do diretor-presidente do Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR (NIC.br), Demi Getshcko (2014).

Em seu discurso de nomeação, em 2017, Takahashi afirmou que, “em qualquer país, existem inúmeros jovens de 25 anos procurando maneiras de contribuir com o futuro do país por meio de iniciativas de TIC (Tecnologia da Informação e Comunicação). Então, em cada país e em cada momento conturbado, é hora de articular o futuro, passar o bastão e ter a certeza de que uma geração ansiosa e entusiasmada assumirá, e é isso basicamente que estamos fazendo”. 

Desenvolvimento de redes

A RNP destacou que Takahashi se tornou um dos primeiros defensores de uma abordagem ‘bottom-up’ (de baixo para cima) e inclusiva para o gerenciamento e desenvolvimento de redes, ao criar um dos primeiros modelos multissetoriais de governança da internet, anterior ao empregado pela ‘The Internet Corporation for Assigned Names and Numbers’ (ICANN).

“Takahashi foi idealizador do então projeto de pesquisa do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) que uniu governo, academia e empresas na construção da internet no Brasil. Esse enorme desafio foi liderado por ele com energia e muito sucesso, graças à sua grande capacidade de planejamento estratégico, articulação institucional, criatividade, perseverança e inteligência. Sentimo-nos privilegiados por termos convivido com ele nesse percurso”, disse, em nota, a RNP.

Takahashi ajudou a moldar políticas públicas sobre iniciativas de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) das Nações Unidas, Comissão Europeia e Fórum Econômico Mundial, contribuindo para o desenvolvimento social e econômico do Brasil. Participou da concepção das linhas gerais do Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI.br) e integrou o conselho desse comitê de 1995 a 1998, sendo novamente nomeado entre 1999 e 2003.

Foi ainda o criador e presidente do Programa Nacional para a Sociedade da Informação do Brasil (SOCINFO), iniciativa nacional que visava articular e expandir o uso estratégico da internet no Brasil nas principais áreas de aplicação, incluindo governo, educação e saúde. Takahashi estava à frente do projeto i2030, cuja meta era pensar o que seria a internet em 2030.



Fonte: G1


07/04/2022 – Objetiva FM

SEGUE A @OBJETIVAFM107.5

(15) 99812-9706

producao@objetiva107.com.br
Buri – SP

NO AR:
MADRUGADA OBJETIVA F