NOTÍCIAS


Produtores do Noroeste Paulista colhem safra da goiaba


Em um sítio em Mirandópolis (SP), a produção semanal de goiaba é de 50 caixas de 20 quilos. Em 2021, os produtores tiveram que cortar dois mil pés da fruta por causa do ataque de nematoides, vermes presentes no solo e que causam a perda de produtividade e até a morte da planta

O que restou foi um pomar menor, somando apenas mil goiabeiras, que também ficaram enfraquecidas.

O dono do sítio tentou uma saída com o uso de adubos orgânicos, uma alternativa mais econômica e resultou em goiabeiras mais sadias, produzindo mais flores e frutificação melhor.

Para 2023 a aposta do produtor é nas goiabeiras modificadas geneticamente. Foram plantadas 500 mudas no início deste ano.

(Vídeo: veja a reportagem exibida no programa em 10/04/2022)

Goiaba tailandesa é produzida no noroeste paulista

Goiaba tailandesa é produzida no noroeste paulista

Em outro sítio em Lavínia (SP) há 1,2 mil goiabeiras em produção. O produtor vem recebendo entre R$ 2 e R$ 3 pelo quilo da fruta nos últimos meses. Os produtores estão tentando achar estratégias para diminuir o custo da produção.

Uma delas é fazer a poda correta, no tempo certo. A poda drástica remove quase todo o volume da copa. Com esse tipo de manejo, o produtor consegue economizar na mão de obra.

A goiaba produzida no noroeste paulista abastece o mercado local, mas também é enviada pra São Paulo, de onde é distribuída pra todo o país. A variedade tailandesa não é a mais tradicional, mas vem ganhando espaço nos últimos anos.

VÍDEOS: veja as reportagens do Nosso Campo



Fonte: G1


10/04/2022 – Objetiva FM

SEGUE A @OBJETIVAFM107.5

(15) 99838-4161

producao@objetiva107.com.br
Buri – SP

NO AR:
TARDE OBJETIVA